Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2010

Chico Xavier: ano Cem

Imagem
Selo comemorativo do centenário de Chico Xavier

Entramos no ano de 2010. Seremos bombardeados com notícias na grande mídia sobre a Copa do Mundo, logo após o Carnaval (o Chico morreu no ano do Penta). Mas acima de tudo, na minha opinião, é a oportunidade de reaproximar a comunidade espírita e não espírita da personalidade Chico Xavier., que nasceu em 2 de abril de 1910. Em comemoração ao centenário de seu nascimento eventos, fóruns, discussões e tantas outras ações estão previstas. Mas eu particularmente quero falar do Chico que conheci, ainda que apenas de "passagem" pelo C E Perseverança onde comparecia todos anos, durante décadas. Enganam-se aqueles que imaginam um chico "fraco", que todos precisavam "proteger". Chico possíua uma doçura e ao mesmo tempo uma autoridade inquestionável em suas palavras e em sua simples presença. Humor inteligente, conhecimentos imensuráveis sobre assuntos os mais diversos. Muitas pessoas acreditam que sua sabedoria vinha a…

A história triste: ainda um pouco mais

Já postei aqui algumas informações sobre A história triste. É uma obra em três partes: Panda, Hatte e Jesus. Na minha opinião, Patience Worth é para a literatura mediúnica o que Guimarães Rosa é para a literatura brasileira.


De início, a história é enigmática, até um tanto obscura. Talvez, ao iniciar o livro, nos sintamos como se, ao sair da claridade do dia, penetrássemos em uma igreja iluminada apenas pelos vitrais.

Aos poucos nossos olhos distinguem objetos, percebem tesouros cheios de beleza e sabedoria. Não espere uma narrativa seqüencial e romanesca. As histórias entrelaçadas das personagens vão se revelando aos poucos. O leitor acostumado à pressa da sociedade contemporânea deve reduzir seu ritmo, acrescentar paciência e profundidade para usufruir do conteúdo que autora transmite ali.

Metáforas, linguagem indireta fazem parte da forma como ela se expressa. As personagens se movimentam no cotidiano das gentes que viviam no tempo de Jesus: mercados, pastoreio, tecelagens. Esse tempo…