Carta psicografada: de um pai, pelo filho, para todos


Se você clicou no último link do post anterior, ouviu essa linda mensagem. Leia em seu ritmo, ela fala ao coração. Se você não ouviu, após ler, escute, vale a pena conhecer a experiência de Gilberto, em todos os sentidos, com todos os sentidos.

Até o mais profundo pântano possui a mais límpida  água em sua composição
Até o veneno mais perigoso é antídoto de si próprio
Mesmo o mais limitado protozoário possui a essência da vida.
O tempo é aliado daquele que almeja o crescimento espiritual
Se seus passos ainda são curtos, continue caminhando.
Das mais danosas chuvas nascem os arco Iris, pois do céu nunca se retirou o sol
O véu sobre você é a nuvem que chove e Deus em seu coração é o  sol que nunca se vai
Dar de si aquilo que quer de Deus. A mais alta montanha é a vista mais bela e a subida mais árdua.
Continue amando a todos. Mas não esqueça  de se amar.
Luiz Rossi Tortorela
Psicografada por seu filho, Gilberto aos 18 anos  de idade.
1 comentário