Espírito Lúcido (e luminoso): Madre Teresa


Os espíritos luminosos formam verdadeira ponte entre os planos superiores e a terra. Podem nascer em qualquer País, em qualquer condição social. Quanto mais se ocultoam , mais sua luz brilha. Não há como passar indiferen te. Assim, Madfe Teresa, um espírito lúcido e luminoso deixou marcas profundas na história da Igreja Católica e na humanidade. Sua vida dedicada as pobres mais que pobres, esquecidos e miseráveis do mundo é um ecemplo que não precisava de palavras. Mas ela é um espírito vinculado a Jesus e seus prepostos. Tinha inteligência e inspiração. E era médium. A frase escrtita em uma carta ao seu superior nos mostra a humildade e a profundidade dos ensinos de Jesus em seu ser;" SE EU ALGUMA VEZ VIER A SER SANTA - SEREI CERTAMENTE UMA SANTA DA ESCURIDÃO. ESTAREI CONTINUAMENTE AUSENTE DO CÉU PARA ACENDER A LUZ DAQUELES QUE SE ENCONTRAM NA ESCURIDÃO DA TERRA".

Verificamos que o céu de contemplação e descanso não combina com nenhum dos grandes representandtes do Cristo. Mesmo que a igreja ensine e insista neste dogma, os espíritos lúcidos, mesmo dentro das igrejas, não se iludem. Madre Teresa não queria que seu nome fosse destacado no mundo, mas que a Obra que foi inspirada a criar (Missionárias da Caridade) ressaltasse o nome do Cristo, verdadeiro idealizador deste trabalho . Ela dizia "sou o lápis de Deus. quem pensa, quem movimento o lápis é Ele". No início de sua obra houve resistência, obstáculos muitos. Mas ela não se enganava. Não deixava seu ego falar mais alto. Escreve a seu superior "(...) estou convencida de que se a obra começar- haverá muita humilhação, muita solidão e muito sofrimento para mim (...)". Entretanto sua alegria em servir sempre foi maior.

Madre Teresa ouvia vozes, obtinha orientações diversas através de revelações, atingia estados de êxtase espiritual e comunhão profunda com os palnos superiores. Mas bastou dar início à sua grande obra para o seu mundo interior ser atacado pelas trevas (segundo a nossa visão espírita) e deixá-la com uma sensação de profundo vazio. Em uma outra carta ela escreve sobre este período difícil: "(...)Por favor, reze especialmente por mim para que eu não estrague a obra Dele e para que Nosso Senhor Se mostre, pois há dentro de mim uma escuridão tão terrível como se tudo estivesse morto.Tem sido assim mais ou menos desde o momento em que dei início à obra. Peça a Nosso Senhor que me dê coragem". Mas sempre refugiando-se na oração, no trabalho incessante venceu esta fase longa e  difícil voltando a ouvir as vozes, a ter as visões e inspirações dos planos mais altos da vida.

Lutas tão intensas somente os epíritos preparados conseguem travar. Estão presentes estes enviados do Alto em todos os credos, em todas as nações. São estrelas que tentam se ocultar mas seus exemplos são fortes demais e seu amor tão abrangente, que repercute em todo o planeta. É impossível a luz passar despercebida na escuridão. Sendo assim, o Céu de gozos e contemplações deve estar vazio, pois os espíritos do Bem(Jesus, inclusive) estão trabalhando para transformar e iluminar a escuridão do mundo. Incidem em nosso espírito seus raios de amor, abrindo frestas de luz em nossa própria escuridão interior. E o horizonte nos apresenta dias melhores.

Trechos das cartas extraídos do livro: Madre Tereza, Venha, Seja MInha Luz
Brian Kolodiejchuk -Editora Thomas Nelson Brasil /2008

Postar um comentário